agosto 03

Velocidade de vendas de imóveis novos no DF aumenta 20% em apenas um mês.


3 de agosto de 2015 às 8:39
Categoria: Mercado
Publicado por: Thiago Carvalho

 

Dados foram apresentados pela segunda edição da Pesquisa do Índice de Velocidade de Vendas (IVV) do Setor Imobiliário do DF

Assessoria de Comunicação Social do 
Sinduscon-DF e da Ademi-DF

A velocidade de vendas de imóveis residenciais novos no Distrito Federal aumentou expressivos 20% em apenas um mês, é o que apresenta a segunda edição da Pesquisa do Índice de Velocidade de Vendas (IVV) do Setor Imobiliário do DF do mês de junho, divulgada nesta sexta, 31, em Brasília. Os dados mostram que o IVV residencial, em maio, foi de 4,5% e, em junho, saltou para 5,4%. Isso comprova o crescimento da procura por imóveis pela população.

No 2º trimestre, o IVV residencial médio do período foi de 4,7%, ou seja, aumentou 27% em relação ao IVV do 1º trimestre de 2015 (3,7%). A pesquisa levanta informações junto a 46% das incorporadoras atuantes no DF, considerada uma amostra técnica bem abrangente.

“A pesquisa constata, com dados idôneos, que o movimento de alta nas vendas de imóveis novos vem sendo observado ao longo de dois trimestres e que há uma demanda reprimida por imóveis novos. É uma comprovação que o mercado imobiliário local está se aquecendo novamente”, destaca o presidente da Ademi-DF, Paulo Muniz. Segundo ele, ainda há restrição na oferta porque o setor precisa de maior urgência na liberação para construir novos empreendimentos. Muniz explica que o IVV residencial apurado em junho (5,4%) está situado na margem considerada de referência no mercado imobiliário do DF, que é de 5%.

O IVV dos imóveis comerciais também apresentou elevação em junho, chegando a 3,3%, superior ao 1% registrado em maio e pouco abaixo do de abril (3,8%).

Nesta segunda edição da pesquisa, mais três empresas do setor imobiliário passaram a divulgar os dados de vendas de imóveis novos. O estudo é uma iniciativa do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF) e da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-DF), com apoio do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF). Os dados são coletados pela empresa Opinião Informação Estratégica.

Foto  Fachada 2 Blocos

Pesquisa útil para compradores e vendedores de imóveis

A pesquisa do IVV é útil para compradores de imóveis, autoridades do DF, incorporadores de imóveis, bem como para toda a cadeia produtiva, pois sinaliza o comportamento do mercado de forma global e setorizado por região administrativa e por tipo de planta, indicando onde há demanda por novas construções e de quais tipologias. Até a iniciativa das entidades, não havia dados consolidados do mercado imobiliário.

Com a pesquisa, que pode ser acessada no site do Sinduscon-DF e também no site das demais entidades parceiras, os compradores terão acesso a informações úteis para planejar com mais consistência a realização do sonho da casa própria ou a compra do escritório / loja.

Comentários desativados em Velocidade de vendas de imóveis novos no DF aumenta 20% em apenas um mês.
julho 24

Uma decoração eclética e sem clichês.


24 de julho de 2015 às 9:31
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho

Em Nova York, morada tem ares do Havaí.

Apartamento descolado em Nova York (Foto: Editora Globo)

Na casa dos vinte e poucos anos, o morador deste apartamento é um jovem que trocou as belas paisagens do Havaí por um charmoso dúplex no West Village, em Nova York. Para equilibrar o clima urbano de Manhattan, ele pediu aos designers Andrew Kotchen e Matthew Berman, do escritório Workshop/Apd, uma decoração que lembrasse o jeito descontraído havaiano, mas sem cair em clichês, complementado por um toque contemporâneo.

Editora Globo (Foto: Donna Dotan / divulgação)

Cientes da dificuldade de conciliar os interesses variados de seu cliente, Andrew e Matthew resolveram não se limitar por isso e adicionaram elementos que pudessem trazer ainda mais personalidade ao projeto. Assim, utilizaram peças de design europeu, mesclando itens vintage. O resultado foi um mix com sabor bohemian chic sofisticado.

Editora Globo (Foto: Donna Dotan / divulgação)

Para o living, a dupla de designers optou por um sofá baixo, com almofadas e encostos soltos (tecidos da B&J Fabrics), o que permite a peça virar facilmente uma cama para hóspedes. Adicionaram também duas cadeiras Grete Jalk, da grife Almond Hartzog, do lado oposto ao sofá, e a mesa de centro Piedmont Elliptical, da Y Living. As peças baixas dão ao ambiente uma escala mais imponente, mas ainda informal. Acima do sofá, a eclética coleção de fotografias e gravuras do cliente traz personalidade ao espaço, assim como a cabeça de antílope kudu, comprada na loja Inheritance, de Los Angeles, especializada em objetos vintage e exóticos.

Editora Globo (Foto: Donna Dotan / divulgação)

A área do living se abre para a cozinha, que tem piso de madeira e armários e paredes em tons de cinza. Para arrematar o ar descontraído, uma antiga escrivaninha de engenheiro (da Old Godd Things) faz a função de mesa. Embaixo da escada, outro sofá baixo cria mais uma área de descanso logo na entrada do apartamento.

Editora Globo (Foto: Donna Dotan / divulgação)

No quarto principal, o mix de elementos rústicos e modernos criou uma atmosfera tranquila, mas sem deixar de lado o ecletismo solicitado pelo morador. A cama, com cabeceira escura, é da marca Interiors by George & Martha, e a cadeira vintage de couro preto leva a assinatura do designer romeno, radicado no Brasil, Jean Gillon. Baús sobre o tapete turco também adicionam um toque contemporâneo ao ambiente. No teto, aluminária Dear Ingo, desenhada por Ron Gilad, contribui para uma iluminação eficiente e confortável.

Apartamento descolado em Nova York (Foto: Donna Dotan / divulgação)

Por todo o apartamento, seja a bandeira emoldurada, a mesa de centro com tampo de tronco de árvore ou a prancha de surfe na parede, os detalhes têm grande importância e contribuem para o sucesso desse projeto.

Apartamento descolado em Nova York (Foto: Donna Dotan / divulgação)
Editora Globo (Foto: Donna Dotan / divulgação)
Apartamento descolado em Nova York (Foto: Donna Dotan / divulgação)
Apartamento descolado em Nova York (Foto: Donna Dotan / divulgação)
Apartamento descolado em Nova York (Foto: Donna Dotan / divulgação)
Fonte : http://casavogue.globo.com/
Comentários desativados em Uma decoração eclética e sem clichês.
julho 23

Capacitação Técnica no Setor Noroeste.


23 de julho de 2015 às 9:07
Categoria: Gestão de Qualidade
Publicado por: Thiago Carvalho

A Geo Lógica realizou nos dias 09 e 10 de julho mais uma capacitação técnica sobre o Plano de Monitoramento Ambiental desenvolvido para o Setor Noroeste. Este plano foi elaborado com base nos documentos orientadores da gestão ambiental no bairro, a Licença de Instalação 063/2012 do IBRAM e o Manual Verde, da Terracap.

O evento foi realizado na obra “Jardins dos Ipês”, da Emplavi, e estiveram presentes responsáveis técnicos de diversas construtoras atuantes no Setor Noroeste. Ao todo, o treinamento teve 4h30min de duração.

DSC03460(1)

Um dos representantes da construtora Faenge, o Auxiliar de Meio Ambiente (função criada pela empresa) Rone Firmino, assim se expressa: “a capacitação é fundamental no que diz respeito ao monitoramento ambiental aqui no Noroeste para que haja a unificação dos serviços ambientais das empresas representadas. A capacitação sobre o Manual Verde foi muito boa, pois além de refrescar nossa memória com as atribuições que já cumprimos, nos traz novidades e atualizações que são adicionadas ao nosso do dia-a-dia”.

Neste ano, há a previsão de ocorrência de ainda outras duas capacitações, com temas “gerenciamento de resíduos” e “produtos e resíduos perigosos”. Desde 2011, a Geo Lógica já realizou 18 capacitações técnicas com estes temas da construção civil, e além do Setor Noroeste, já foram ministradas capacitações em obras localizadas em Águas Claras, Gama, Taguatinga, Riacho Fundo II, Valparaíso, Ceilândia, Samambaia e Sobradinho.

DSC03568(1)2

Fonte : http://www.geologicadf.com.br/geologica/home

Comentários desativados em Capacitação Técnica no Setor Noroeste.
julho 17

Texturas e cores no lar de 220 m².


17 de julho de 2015 às 9:20
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho

Ambientes claros recheados de bom design.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)

Projetado para um jovem casal e seus dois filhos, este apartamento no bairro do Tatuapé, Zona Leste de São Paulo, garante bons momentos em família e também entre amigos. Para isso, a arquiteta Roberta Banqueri desenhou ambientes antenados com as necessidades e os desejos dos moradores. “São pessoas viajadas e gostam de ambientações leves, mas com personalidade.”

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
“Eles também apreciam peças de design e quiseram prestigiar o brasileiro”, explica.
Na decoração, a proprietária solicitou a Roberta espaços contemporâneos e atemporais, com tons claros e apenas alguns toques de cor. Os matizes vibrantes entram em pequenas doses, como em almofadas, mesas laterais e peças de menor porte.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Texturas aconchegantes se contrapõem com outras mais frias, como na sala de jantar, onde as cadeiras de couro formam um bonito conjunto com a mesa laqueada. Os móveis vieram de lojas como a Dpot, Franccino, Brentwood, Artefacto, Lumini, entre outros.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
As cores também aparecem nas fotografias espalhadas pelos ambientes. No quarto, a cabeceira recebeu obras de Orlando Azevedo. No living, sobre a lareira, telas em metacrilato de Claudia Furlani. No corredor, cliques de Christian Schneider, Mauricio Simonetti e Claudia Furlani, todos comprador na galeria Mirafoto.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Os moradores curtem bastante os momentos em que estão em casa, por isso, itens de conforto foram algumas das prioridades da arquiteta. Na sala de estar, toda automatizada, a tela e o projetor garantem animadas sessões de cinema. E a varanda, um dos destaques do projeto, foi transformada em três ambientes distintos, mas integrados, com direito a churrasqueira gourmet, sofás aconchegantes e uma área de relaxamento. Chama a atenção o jardim vertical, que traz a natureza para dentro do apartamento e faz uma gostosa companhia na área de estar.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Como o apartamento era novo, houve a adequação de alguns espaços durante a reforma. O quarto dormitório, por exemplo, foi demolido e integrado ao restante do imóvel, cedendo alguns metros à suíte do casal e ao estar. Assim, sobrou espaço inclusive para a construção de uma lareira a gás. “Optei por fazê-la em um formato horizontal para valorizar a extensão da sala”, conta Roberta. Na suíte principal toda a instalação hidráulica foi refeita para possibilitar a instalação de uma banheira, duas duchas e duas cubas.

Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Apartamento de tons claros no Tatuape (Foto: Gabriel Arantes / divulgação)
Fonte : http://casavogue.globo.com/
Comentários desativados em Texturas e cores no lar de 220 m².
julho 15

Faenge participa da construção das primeiras trilhas executadas dentro do Parque Burle Marx.


15 de julho de 2015 às 8:45
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: Thiago Carvalho

Construtora Faenge participa da construção das primeiras trilhas executadas dentro do Parque Burle Marx, afim de atender anseios dos moradores do Noroeste.

Para aqueles que querem aproveitar  o local é ideal  para práticas esportivas, fazer trilhas próximo a vegetação nativa, o Cerrado.  O parque é uma área de conservação  e  contemplação  para crianças e adultos. 

Simétrico ao Parque da Cidade, o Parque Burle Marx tem a mesma função de criar uma zona de amortecimento entre o Plano Piloto e as áreas vizinhas, além de constituir espaço de lazer público para a população. É parte fundamental da concepção da escala bucólica.

O Parque foi criado por decreto em 1990. Situa-se na Asa Norte, entre as quadras 908 e 916, e o Setor Noroeste. Com 280ha, contribui para a manutenção de um cinturão verde em torno do Plano Piloto.

 

Comentários desativados em Faenge participa da construção das primeiras trilhas executadas dentro do Parque Burle Marx.
julho 13

Edifício propõe reciclagem urbana.


13 de julho de 2015 às 8:43
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho

Projeto preserva prédios antigos e atrai moradores.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

Localizado no La Roma, um bairro histórico da Cidade do México, o edifício Córdoba-Reurbano é resultado de uma iniciativa da start-up Urban Recycling. O local sofreu um forte terremoto em 1985, o que fez sua população diminuir ao longo desse tempo. Por conta da catástrofe, muitos edifícios desabaram e os que resistiram foram abandonados por seus moradores, que temiam os abalos estruturais causados pelos tremores. Recentemente, a região floresceu novamente e tornou-se um dos lugares mais agitados da cidade, graças à inauguração de galerias de arte, restaurantes e cafés descolados.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

Por isso, o desafio dessa iniciativa é construir habitações em prédios com valor histórico e sem vagas para estacionamento, com o intuito de desestimular o uso do carro em uma cidade em que esse meio de transporte é considerado indispensável.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

O projeto, criado pelo escritório Cadaval & Solà-Morales, conta com nove apartamentos de vários tamanhos e configurações e uma área comercial. Além disso, propõe uma reflexão sobre arquitetura, patrimônio histórico e urbanismo. O prédio já existente no terreno foi mantido, mas somente a fachada precisou ser totalmente preservada, de acordo com as leis locais. A ideia é fazer com que passado e presente coexistam de maneira harmônica, criando uma nova realidade em que a arquitetura moderna e a clássica se complementem.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

Atrás da casa foi erguido mais um anexo, idêntico ao original, mas com tecnologia atual, que também conta com um pátio ao ar livre, do mesmo modo que na construção antiga. A utilização da mesma estética arquitetônica permite uma leitura contínua da paisagem.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

Além da extensão, o projeto também cresceu em altura com a adição de dois novos andares. Mas, a horizontalidade foi preservada. Para isso, o primeiro andar é totalmente envidraçado a fim de aliviar o peso e também diferenciar o edifício original da nova intervenção.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)

A casa original foi feita com tijolos, mesmo material utilizado nos novos módulos da parte de trás. Os mais recentes diferem somente em pequenos detalhes, provenientes da produção em escala industrial. São essas sutilezas que nos permitem ver a diferença entre as edificações. Já os volumes do nível superior exibem uma identidade própria e se destacam na paisagem pela cor preta e materiais de características contemporâneas.

Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Edifício Córdoba-Reurbano Cidade do México (Foto: Miguel de Guzmán / divulgação)
Fonte : http://casavogue.globo.com/
Comentários desativados em Edifício propõe reciclagem urbana.
julho 09

Especial: 13 cozinhas brancas e diferentes.


9 de julho de 2015 às 10:52
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho
Inspire-se em versões para renovar a sua.

Há quem diga que para se ter uma cozinha interessante, é preciso deixar para trás obranco, tom que prevaleceu, por muito tempo, como solução para o cômodo. Mas o que as pessoas esquecem é que tal estratégia de decoração é certeira para alcançar um clima leve, despretensioso e muito aconchegante. Casa Vogue fez uma seleção de ambientes que usam o total white – ou a predominância dele -, com truques de estilo capazes de deixar a falta de cor mais radiante que um arco-íris. Para saber mais sobre cada um deles, clique na fotos ou nos títulos abaixo!

E MAIS: 14 cozinhas nada convencionais
Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Minimalismo industrial

A estética industrial, que está super em alta, ganha leveza ao incorporar o branco desta cozinha minimalista. Os armários (que possuem algumas portas de madeira natural) e a mesa aparecem em linhas simples e retas; um belo contraste com a textura rústica da parede. As clássicas cadeiras feitas pelo casal Eames e as luminárias pendentes ficam encarregadas de adicionar charme e personalidade.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Perfume rústico

A madeira aparece novamente para evocar agradáveis lembranças de uma cozinha de fazenda. Com textura natural apenas no piso de tábua corrida e na mesa, ela divide espaço com armários tradicionais cheios de detalhes, azulejos quadrados, um aparador com prateleiras expostas e inesperadas luminárias fabris, sendo que todos esses itens surgem cobertos de branco.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

O brilho vintage do cobre

Aqui, elegantes armários e prateleiras abrem espaço para que eletrodomésticos e acessórios dêem ainda mais brilho no cômodo clean. O fogão, a coifa, as panelas e até alguns copos mostram suas formas retrô na cor bronze, outro hit da decoração nos últimos anos. O resultado não poderia ser melhor. Enquanto o branco garante a serenidade, o metal tempera ousadia.
Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Detalhes contrastantes

Os tons de branco que formam o piso, a bancada minimalista e a parede de azulejos quadrados, cada um em um estilo, abrem espaço para alguns pontos de alto contraste que injetam drama ao ambiente. Luminárias tipicamente usadas na área externa foram instaladas ali para lançar uma luz inesperada sobre a pia (que é dourada!) e quebrar a homogeneidade visual com seus corpos negros. A cafeteira, o forno, o cooktop e a grade no alto do cômodo seguem a mesma cor.
Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Superfícies prateadas

Um certo ar de futurismo se instala no ambiente acima graças à profusão prateada. Além de estar presente nos eletrodomésticos de aço inoxidável e em alguns acessórios, o brilho metálico aparece nas pastilhas que cobrem a parede. Um grito de ousadia que se torna ainda mais forte ao lado das luminárias pendentes transparentes. Hello, Jetsons!

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Mármore, madeira e design

A textura natural da madeira em alguns pontos aparece, desta vez, com um outro propósito. Como as cadeiras trazem linhas contemporâneas, o material adiciona sofisticação à cozinha clean. Tal efeito é maximizado graças a uma tríade de elementos que é praticamente sinônimo de luxo: a mesa Saarinen, o painel com grandes pedras de mármore e o lustre de madrepérola. Para completar, a luminária industrial e a torneira clara na pia deixam o espaço ainda mais cool.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Mármore inesperado

O combo formado pela madeira natural, as superfícies laminadas, os armários minimalistas e os eletrodomésticos retrô ganha outra cara ao ser colocado junto ao revestimento escolhido para esta cozinha. As pastilhas hexagonais já são fortes o suficiente em sua versão original. Quando feitas de mármore, tornam-se quase uma obrasde arte. Para completar, uma luminária escultural se dependura do teto.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Blocos de mármore

A frase “menos é mais” pode ser atribuída, sem tirar nem pôr, à cozinha acima. Mas trata-se de um minimalismo sofisticado, com materiais nobres muito bem escolhidos. A estrutura do espaço parece ser formada por blocos de mármore e de madeira que se encaixam para alcançar a elegância.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Mix de hits do momento

Que atire a primeira pedra aquele amante do décor que nunca tenha desejado os elementos do ambiente acima. Azulejos de metrô, bancadas de madeira de demolição, itens industriais e móveis vintage se unem em uma combinação única. Jarros e potes na cor branca aumentam a sensação de leveza.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Mármore e laca

Quem poderia imaginar que o brilho da laca se daria tão bem com a ousadia natural do mármore? Na cozinha acima, o sucesso foi atingido graças à mistura de texturas. Para completar, ainda aparecem a madeira clara e o brilho metálico, ambos eleitos para não comprometer o clima leve da decoração.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Objetos coloridos

Branca do piso ao teto, a cozinha da imagem ganha lugar nesta lista graças à organização dos objetos e acessórios. Reunidos em blocos monocromáticos, eles criam um jogo visual interessante e alegre.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Adições vintages e verdes

Sobre uma base branca, foram adicionados elementos contrastantes entre si que casam muito bem. Para guardar os pratos, foi eleito um armário vintage de curvas elaboradas. Já a pia minimalista ganhou o frescor do verde e o bilho do dourado.

Linda cozinha branca (Foto: reprodu)

Ousadia no piso

Assim como a cozinha anterior, esta criação de Rodolphe Parente usa um pano de fundo alvo para receber arroubos de criatividade. Só uma base branca seria capaz de acomodar, ao mesmo tempo, um piso vermelho de marchetaria e detalhes arquitetônicos dourados. Ousado e muito chique!

Fonte : http://casavogue.globo.com/

Comentários desativados em Especial: 13 cozinhas brancas e diferentes.
julho 06

Refúgio para o inverno.


6 de julho de 2015 às 8:40
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho

Mais detalhes :

conteudo 0

Ao pensarmos em um refúgio invernal, nossa imaginação logo nos transporta a um típico chalé de madeira, sentado no topo de uma montanha gelada. A ambientação dos espaços internos também apresentam algumas características peculiares: os ambientes carregados são compostos de cores escuras, móveis de madeira e texturas como o xadrez vermelho. O projeto desse duplex de 200 m² localizado em Campos do Jordão, em São Paulo, poderia seguir a risca essa premissa. No entanto, ele brilhou ao revisitar essa estética de forma moderna, abraçando alguns elementos próprios do estilo e misturando-os com peças contemporâneas e clássicas.

PARA ATUALIZAR O VISUAL, FORAM UTILIZADAS CORES INUSITADAS E MISTURA DE ESTAMPAS.

conteudo 1

conteudo 2

conteudo 3

 

O imóvel foi decorado pela proprietária, Andrea Bugarib, uma das sócias da In House Designers de Interiores. Durante apenas 30 dias, a profissional conseguiu dar novos sentidos aos espaços, que ganharam uma pitada de ousadia com o tom de laranja que recobre as paredes com boiserie do living. A mão de obra local foi muito valorizada durante o processo: marceneiros, eletricista e pintores da região trabalharam na obra e até mesmo o piso de madeira, as cortinas e as camas foram adquiridas na cidade.

Para contrapor a cor vibrante das paredes, o mobiliário permaneceu sóbrio e atemporal, em tons de branco, preto, cinza e marrom. Muitas das peças que compõem os ambientes são vintage e, por isso, precisaram passar por alguns restauros. Além de garantir a boa condição dos móveis, novos tecidos foram aplicados em cadeiras e poltronas, dando a elas uma nova roupagem, totalmente diferente da original e visualmente interessante. Nos quartos, a mesma fórmula se repete: as paredes ganharam cores vibrantes, como o azul e o verde, enquanto os móveis e objetos permaneceram em tons neutros. Para deixar o clima ainda mais aconchegante, a profissional apostou na mistura de estampas e texturas.

 

conteudo 4

conteudo 5

conteudo 6

conteudo 7

conteudo 8

conteudo 9

conteudo 10

Fonte : http://www.casadevalentina.com.br/

Comentários desativados em Refúgio para o inverno.
julho 03

O novo estilo campestre para a casa.


3 de julho de 2015 às 9:52
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho
O novo estilo campestre (Foto: Casa Vogue)

Os clássicos ambientes do campo ganham, com uma safra de móveis e acessórios decorativos, uma nova abordagem do aconchego inerente a eles. Casa Vogue fez uma seleção de itens certeiros capazes de evocar a calma da natureza até mesmo na cidade. Clique nas galerias abaixo e eleja seus favoritos.

 

Fonte :http://casavogue.globo.com

Comentários desativados em O novo estilo campestre para a casa.
junho 29

Estudo mostra que setor de vendas do DF volta a crescer.


29 de junho de 2015 às 8:43
Categoria: Mercado
Publicado por: Thiago Carvalho

O Índice de Velocidade de Vendas (IVV), estudo a ser divulgado mensalmente no Distrito Federal, mostra que a aceleração nos negócios chegou a 4,4%. Mesmo assim, a demora na liberação de projetos atrapalha os empresários.

28/11/2013. Crédito: Antonio Cunha/Esp. CB/D.A Press. Brasil. Brasília - DF. Terracap volta a vender lotes no Setor Noroeste,  Prédios no setor.

Os empresários do ramo imobiliário estão otimistas quanto às vendas. O Índice de Velocidade de Vendas (IVV) revelou uma retomada no ritmo de negócio. Em maio, a aceleração chegou a 4,4%, segundo a pesquisa. O número é considerado positivo, uma vez que a base de 5% é considerada “saudável” para o mercado. Pensando nisso, as construtoras e as imobiliárias lançam estratégias para atrair os consumidores. Os locais mais procurados são o Plano Piloto, com preferência para a Asa Norte e o Noroeste.

A pesquisa do IVV tem o objetivo de aferir os negócios de imóveis novos residenciais e comerciais no DF e se a velocidade com que são vendidos está de acordo com as expectativas. O estudo será divulgado mensalmente e reúne informações desde dezembro do ano passado referentes ao mercado imobiliário local. A amostra é bem expressiva, abrange, aproximadamente, 45% do mercado brasiliense (25 empresas de cerca de 60 incorporadoras).

Estudo mostra que setor de vendas do DF volta a crescer – Cidades DF – Correio Braziliense.O levantamento idealizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF) e com a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-DF), mostra que, desde janeiro, as vendas têm crescido mês a mês. Em maio, foram vendidas 178 unidades pelas empresas avaliadas.

Depois da queda do valor do metro quadrado, a tendência é também de retomada de preço dos imóveis. “Vivemos no segundo semestre do ano passado uma queda, mas temos algumas regiões com tendência para a elevação nos preços. O Noroeste, por exemplo, é uma delas. Tivemos uma queda na oferta; agora, vão começar alguns novos empreendimentos. A oferta será mais equilibrada com a demanda”, explica o presidente da Ademi-DF, Paulo Muniz.

Com 250 unidades prontas para venda no Noroeste e na Asa Norte, pelo menos uma construtora está concentrada em atrair clientes. “Conseguimos fechar um ciclo importante, que é concluir as obras. Os imóveis estão prontos. Estamos reunindo um trabalho comercial para demonstrar que temos boas ofertas de valores e diversidade de produtos”, explicou o diretor Nacional de Negócios da João Fortes Engenharia, Jorge Rucas.

Fonte : http://www.correiobraziliense.com.br/
Comentários desativados em Estudo mostra que setor de vendas do DF volta a crescer.
Página 5 de 30««34567102030»»

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos