dezembro 19

Mulheres desafiam preconceitos e estudam para atuar na construção civil.


19 de dezembro de 2012 às 7:30
Categoria: Gestão de Qualidade , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Em outubro deste ano, elas ingressaram em sala de aula com propósitos distintos, mas com uma característica em comum: são mulheres guerreiras. Após o processo seletivo, cerca de 200 mulheres iniciaram as aulas do programa Mulheres na Construção, uma iniciativa da Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), em parceria com a Secretaria da Mulher, com o Instituto Federal de Brasília (IFB) e com o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF).

Na quinta-feira (13), ela assistiram à última aula ministrada pela coordenadora de pesquisa de gênero da Secretaria da Mulher, Cláudia Afonso, – neste ano – que, entre outros temas, tratou da Lei Maria da Penha, história de condição e posição da mulher perante a sociedade, conquistas do universo feminino ao longo das décadas, noções de cidadania e direitos da mulher, direitos do trabalho, economia solidária e empreendedorismo.

A coordenadora da SEM-DF parabenizou as alunas pela perseverança, determinação e ousadia que tiveram e destacou que os conhecimentos compartilhados entre elas devem servir para que todas possam ser multiplicadoras de um dos ideais que a pasta busca: a construção de uma sociedade baseada na equidade de gênero. “Somente com a união de todas é que teremos condições de vencer o machismo, o patriarcalismo e o sexismo”, destacou Cláudia Afonso.

Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) feita em 2011 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mapeiam os setores da economia nos quais a presença feminina é raridade. Do total de trabalhadores na construção civil, 96,5% são homens. Na indústria, 64,6% da força de trabalho é masculina. No caso dos serviços industriais de unidade pública, eles representam 82,8% da mão de obra. Apenas as atividades do setor de serviços são ocupadas predominantemente por mulheres (52%).

Fonte:  Alô Brasília

Comentários desativados em Mulheres desafiam preconceitos e estudam para atuar na construção civil.
dezembro 10

Show de Talentos anima canteiro de obras.


10 de dezembro de 2012 às 19:48
Categoria: Institucional , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin


Assessoria de Comunicação do Seconci-DF

Muita emoção, diversão e criatividade no 1º Show de Talentos no Canteiro de Obras realizado pelo Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF). O evento aconteceu no canteiro da Construtora Faenge em Águas Claras e foi patrocinado pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC).

Durante as apresentações, os trabalhadores demonstraram suas aptidões artísticas em números musicais, declamação de poesia, imitação de pássaros e esquetes teatrais. O presidente do Seconci-DF, Izidio Santos Junior, compareceu ao evento e ficou surpreendido pela capacidade dos trabalhadores. “Superou todas as expectativas. Foi muito melhor do que podíamos imaginar até porque não estamos acostumados com esse tipo de evento e os trabalhadores que se apresentaram realmente têm talento”, disse Izidio.

O evento contou com a participação da Assessora de Responsabilidade Social da CBIC, Mariana Silveira. Além de prestigiar o evento, ela foi responsável pela escolha das melhores apresentações. “O evento foi ótimo. É a primeira vez que fazemos essa parceria com o Seconci e esse projeto faz parte da Campanha de Valorização do Profissional da Construção que fazemos desde o ano passado”, disse a assessora.
Para o diretor da Faenge, Mario Figueiredo, o desempenho dos alunos/trabalhadores foi surpreendente. “É impressionante como eles conseguiram se superar nas apresentações. Para a Faenge é muito importante valorizar o trabalhador porque queremos mostrar um diferencial para eles”, disse o diretor.

Os campeões

Venceu o Show de Talentos em primeiro lugar, o carpinteiro Luiz Gonzaga da Silva, 56 anos. Ele cantou uma música e agradou todos os presentes. “A música fui eu que fiz e passei quase um mês me preparando para me apresentar. Com o dinheiro que ganhei, vou fazer uma reforma em minha casa”, disse Luiz.

Cantando a música Meu ex-amor de Amado Batista, José Augusto Carvalho da Silva, 37 anos, levou o troféu de vice-campeão e os aplausos da plateia. “Foi a primeira vez que cantei para tanta gente. Se tiver ano que vem, vou fazer melhor ainda”, disse. O imitador Janson Luiz dos Santos levou o prêmio de terceiro lugar imitando pássaros.

Comentários desativados em Show de Talentos anima canteiro de obras.
setembro 28

Faenge é uma das patrocinadoras da Noite Solidária.


28 de setembro de 2012 às 9:38
Categoria: Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

A construtora Faenge sempre se esforça para fazer o bem, contribuir  com o crescimento e desenvolvimento social dos menos favorecidos.

Foi com esse intuito que  desde   2011 a Faenge  se uniu ao  jornal Correio Braziliense para apoiar o programa Correio Braziliense Solidário.

Programa beneficia 18 instituições, com média anual de 2,5 mil crianças de 0 a 6 anos. E desde 2009, atende também um abrigo de idosos.

Diversos  eventos sociais ( Feijão Solidário, Arraial Solidário, Noite Solidária) são organizados todos os anos visando arrecadação de fundos para as entidades apadrinhadas pelo projeto.

A noite solidária será realizada no dia 27/10, no Unique Palace, às 21h. Desta vez  o evento será temático, com uma festa de Halloween!

 

Comentários desativados em Faenge é uma das patrocinadoras da Noite Solidária.
setembro 25

Jardins verticais são ideais para apartamentos compactos.


25 de setembro de 2012 às 15:50
Categoria: Lar , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Com um toque diferenciado na decoração do ambiente, estes jardins podem ser feitos sob medida, conforme a necessidade.

 

A arquiteta Karoline Stolf afirma em seu blog que existem diversas opções, como as paredes inteiras revestidas por vegetação, vasos dispostos verticalmente, fixados em paredes ou pendurados, treliças com trepadeiras, quadros vivos, prateleiras e até papéis de parede com imagens de jardins verticais.

Mas quais as vantagens de ter um jardim vertical em sua casa? Confira as dicas de Karoline Stolf.

– Excelente solução para pequenos espaços: nossos apartamentos cada vez mais compactos exigem estas multifuncionalidades;

– Proporcionam clima agradável: as plantas filtram as impurezas dos ambientes;

– Não há limite dimensional, podem ser feitos sob medida conforme a necessidade;

– Contribuem para a acústica do local, absorvendo ruídos;

– Bem adaptáveis a espaços externos ou internos;

– Embelezam e dão vida aos espaços;

– Funcionam como terapia ocupacional, proporcionam o contato das pessoas com a natureza e seus cuidados;

– Fácil manutenção;

– Conceito “do it yourself” – faça você mesmo – é possível fazer com baixos custos;

– Sustentabilidade, meio-ambiente e biodiversidade: atraem pássaros, borboletas, neutralização de CO2, reciclagem de materiais;

– Traz bons fluidos, energias positivas e feng shui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: redimob.com.br

Comentários desativados em Jardins verticais são ideais para apartamentos compactos.
setembro 24

Primeiro prédio do Noroeste será inaugurado em 15 dias.


24 de setembro de 2012 às 9:48
Categoria: Mercado , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Primeiro prédio do Noroeste será inaugurado em 15 dias. Outros nove serão entregues até o fim do ano. Obras de infraestrutura ainda estão em andamento, mas o bairro já mudou a cara da região norte do Plano Piloto.

Vista geral do Setor Noroeste, que tem hoje 40 prédios em construção: 25% da primeira etapa do bairro estarão prontos até dezembro e o restante das áreas ainda serão licitadas pela Terracap (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Vista geral do Setor Noroeste, que tem hoje 40 prédios em construção: 25% da primeira etapa do bairro estarão prontos até dezembro e o restante das áreas ainda serão licitadas pela Terracap.

Em duas semanas será inaugurado o primeiro prédio do Setor Noroeste, o mais novo bairro do Distrito Federal. A expectativa da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) é que os apartamentos comecem a ser ocupados no início de novembro. De acordo com a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), 10 empreendimentos, de um total de 40 em construção, estarão prontos para a moradia até o fim o ano. Os apartamentos já possuem água encanada e iluminação, mas o que não falta no Noroeste são obras a serem concluídas.
Às vésperas de os compradores de imóveis começarem a ocupar o setor, a movimentação no local ainda é de retroescavadeiras, caminhões de terra e operários da construção civil. “Queremos terminar as obras básicas de infraestrutura antes do período de chuvas. Em dezembro, só o sistema de drenagem não estará concluído”, afirma Albatênio Granja, gerente de projetos do Noroeste da Terracap. Os novos apartamentos já possuem luz elétrica e água encanada, e a iluminação pública começou a ser instalada esta semana pela Companhia Energética de Brasília (CEB). A via de acesso ao novo bairro está pronta, mas faltam pistas de ligação entre os blocos.

“Tivemos que fazer a pavimentação da garagem externa. Se esperássemos a Terracap, não conseguiríamos terminar no prazo”, conta o engenheiro Antônio Chagas, responsável por um empreendimento com previsão de inauguração daqui a 15 dias. Atualmente, os operários travam uma batalha para manterem limpas as vidraças e azulejos do prédio que é bombardeado por nuvens de poeira levantadas pelos caminhões que cortam as vias sem pavimentação. “Já terminamos o acabamento, estamos apenas ajustando os detalhes”, explica o engenheiro do futuro Bloco E da Quadra 110 do Noroeste. Faltam ainda alguns serviços básicos, como poda do mato.

Apesar dos atrasos, o presidente da Ademi-DF, Adalberto Cleber Valadão, acredita que o andamento das obras de infra estrutura não vão atrapalhar a conclusão do bairro. “Demorou, mas está andando agora e acredito que a Terracap concluirá as obras no prazo estabelecido (dezembro deste ano)”, afirma Valadão. A Terracap estima que os gastos com a infraestrutura do Noroeste passarão dos R$ 400 milhões. “O primeiro orçamento era de R$ 150 milhões, mas de lá para cá muita coisa mudou e os gastos aumentaram”, afirma Albatênio.

Ainda serão realizadas obras para manter o Noroeste após a inauguração.“ Estamos construindo um bairro novo, quase uma cidade, não é só um prédio”, explicão gerente de projetos. A estação da CEB do Sudoeste será reforça da para atender o novo bairro. Além disso, dois reservatórios de água estão sendo construídos pela Caesb e a estação elevatória de esgoto da 416 Norte está sendo ampliada para comportar o aumento do volume de resíduos. Só a Caesb prevê o gasto de R$ 20,8 milhões no novo setor habitacional. Quando estiver totalmente concluído, o Noroeste terá 220 prédios residenciais, com seis andares, e 150 comerciais com três pavimentos.

Por Gabriella Furquim

Fonte: Correio Braziliense

Comentários desativados em Primeiro prédio do Noroeste será inaugurado em 15 dias.
agosto 06

Fazendo a diferença por um futuro melhor.


6 de agosto de 2012 às 9:11
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Comentários desativados em Fazendo a diferença por um futuro melhor.
julho 20

Fotos da 25ª formatura das turmas de trabalhadores da construção civil.


20 de julho de 2012 às 9:47
Categoria: Gestão de Qualidade , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

A  FAENGE teve 34 dos 75 alunos formandos dos  75 funcionários das construtoras do DF  que receberam da Secretaria de Educação o diploma  de conclusão dos cursos.

O projeto Alfabetização e Cidadania com os Trabalhadores da Construção Civil é uma parceria entre o Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) e a Secretaria de Educação, que certifica os cursos de alfabetização e ensino fundamental. O evento contou com a participação do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. “Vocês estão no caminho certo. Por isso, faço questão de estar aqui para compartilhar esta alegria. A meta do nosso governo até 2014 é erradicar o analfabetismo no DF.

Mas não fazemos isso sozinhos. É preciso contar com as parcerias que já estamos realizando”, disse o governador Agnelo Queiroz na noite da Formatura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários desativados em Fotos da 25ª formatura das turmas de trabalhadores da construção civil.
maio 23

Brasil está entres os líderes em construções sustentáveis.


23 de maio de 2012 às 12:42
Categoria: Gestão de Qualidade , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

De acordo com o órgão internacional Green Building Council (US GBC), o Brasil já ocupa a quarta posição no ranking mundial de construções sustentáveis. O primeiro prédio sustentável brasileiro foi registrado em 2004. O conceito começou a ganhar força, porém, a partir de 2007, afirma o gerente técnico do GBC Brasil, Marcos Casado. De 2007 até abril de 2012, o Brasil registra um total de 526 empreendimentos sustentáveis, sendo 52 certificados e 474 em processo de certificação no US GBC. Até 2007, eram apenas oito projetos brasileiros certificados. O ranking mundial é liderado pelos Estados Unidos, com um total de 40.262 construções sustentáveis, seguido pela China, com 869, e os Emirados Árabes Unidos, com 767.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção está em sintonia com este novo cenário. Desde 2009, desenvolve o Programa Construção Sustentável (PCS). O programa é uma proposta de convergência e diálogo que visa aperfeiçoar e compartilhar soluções, mostrando à sociedade brasileira que esse caminho é mais do que viável: é inevitável.

O PCS aborda temas como água; desenvolvimento humano; energia; materiais e sistemas; meio ambiente, infraestrutura e desenvolvimento urbano; mudanças climáticas, e resíduos. O presidente da CBIC, Paulo Simão, explica que a entidade decidiu formular junto a vários atores de diferentes segmentos uma ampla proposta para apresentar ao Poder Público e à sociedade brasileira caminhos para uma verdadeira mudança de paradigma na cadeia produtiva da construção. “Não tenho dúvidas de que é possível viabilizar no Brasil uma indústria da construção sintonizada com os conceitos mais avançados de construção sustentável já praticados em todo o mundo”, diz Simão. Com informações da exame.com

Enviado por Suyane Macedo.

Fonte:  Portal CBIC

Comentários desativados em Brasil está entres os líderes em construções sustentáveis.
Página 2 de 212

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos