novembro 09

Seconci-DF disponiliza consultório odontológico aos colaboradores da Faenge em obra de Águas Claras.


9 de novembro de 2012 às 7:55
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

O Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) disponibilizou aos trabalhadores da construtora um consultório móvel de odontologia para atendimento gratuito aos operários que estão construindo o edifício Smart  Residence, em águas claras.

Os funcionários recebem atendimento no próprio canteiro de obras no trailer odontológico, uma unidade móvel equipada  com tudo que é necessário para o dentista atender os colaboradores.

Para a coordenadora de gestão da qualidade da Faenge Helena Cirqueira, “A vantagem do trailer odontológico para o trabalhador é a possibilidade de receber o tratamento no próprio local de trabalho, sem precisar deslocar-se a outro endereço ou  ausentar-se do trabalho. Ele ganha tempo, cuida de sua saúde e previne doenças futuras”, lembra.

O trailer do Seconci-DF  já percorreu vários canteiros de obras do Distrito Federal oferecendo atendimentos aos trabalhadores da construção civil. No Smart Residence  ele deverá permanecer por cerca de dois meses para atender aos colaboradores.

 

 

Comentários desativados em Seconci-DF disponiliza consultório odontológico aos colaboradores da Faenge em obra de Águas Claras.
novembro 05

Cultura e educação para o trabalhador da construção civil


5 de novembro de 2012 às 10:54
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

 Assessoria de Comunicação do Seconci-DF

 Projeto do Seconci-DF leva cinema para dentro dos canteiros de obra por meio das aulas de alfabetização oferecidas aos operários

 A arte imita a vida e por meio dela podemos expressar nossos sentimentos, cultura e melhorar nossas atitudes como pessoa. Unindo arte e educação, a Coordenação Pedagógica do Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) está levando cinema para dentro dos canteiros de obras no DF.

O projeto Cinema no Canteiro de Obras leva cultura para dentro do local de trabalho dos operários e incrementa o aprendizado oferecido pelas professoras. Além de ser um instrumento de arte, o filme busca aproximar a realidade dos trabalhadores com temas conhecidos e de interesse do aluno. “A exibição é uma maneira de acrescentar outras formas de aprendizagem. Os filmes estarão disponíveis a todas as turmas de acordo com o plano de ensino do professor”, explica a coordenadora pedagógica do Seconci-DF Jaqueline Lemes.

O primeiro filme exibido foi Abril Despedaçado, do diretor Walter Salles, 2000. A emoção dos trabalhadores era visível nos olhos durante a exibição. Muitos dos que ali estavam se viram na história do menino pobre que vivia no nordeste e não tinha condição nem ao menos de freqüentar uma sala de aula.

O pedreiro Domingos Dionísio de Assis conseguiu se ver na tela . Vindo da Bahia, ele se emocionou com o enredo da história. “Fiquei muito emocionado porque lembrou muito da minha vida e da minha infância lá no nordeste. Cortava cana e não tinha como estudar, assim como o menino”, disse Dionísio.

 De acordo com a professora Fabiana Antonia da Cunha o filme é um meio de mostrar ao aluno como montar uma história, criar um enredo e, além de tudo, contribuir para a produção de texto e o raciocínio dos alunos/trabalhadores. “Às vezes eles têm certa dificuldade em montar um texto e, depois de assistirem ao filme, vamos produzir textos para que eles relatem tudo que perceberam”, disse a professora.

 O projeto de Cinema no Canteiro de Obras deve percorrer todas as turmas de alfabetização do Seconci-DF e apresentar filmes que estejam de acordo com a didática apresentada pelas professoras.

 

Fonte: Seconci DF

Comentários desativados em Cultura e educação para o trabalhador da construção civil
novembro 05

Trabalhadores que frequentam as aulas de alfabetização no df terão sessão de cinema em canteiro de obras.


5 de novembro de 2012 às 7:51
Categoria: Institucional , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

O Seconci-DF iniciou nesta quinta-feira (1º de novembro) ao projeto Cinema nos Canteiros de Obras.A primeira sessão de cinema ocorreu  às 12h30 para os trabalhadores do canteiro de obras da Santa Teodata, em Águas Claras, da empresa FAENGE  Engenharia.

A exibição será exclusiva aos operários que frequentam as aulas de Alfabetização e Primeiro Segmento do Ensino Fundamental. A ideia é que todas as turmas de alfabetização recebam o projeto.De acordo com a coordenadora pedagógica do Seconci-DF, Jaqueline Lemes, essa iniciativa sempre fez parte dos planos da Coordenação. “A exibição do filme é uma maneira de acrescentar outras formas de aprendizagem ao aluno.Os filmes estarão disponíveis a todas as turmas de acordo com o plano de ensino do professor”, explica.

O filme escolhido para a estreia do projeto será Abril Despedaçado, do diretor Walter Salles, 2002.A história se passa em 1910 e narra a vida de Tonho (Rodrigo Santoro) que vive na geografia desértica do sertão brasileiro.

Tonho tem uma grande dúvida, pois ao mesmo tempo em que é impelido por seu pai (José Dumont) para vingar a morte de seu irmão mais velho, assassinado por uma família rival, sabe que caso se vingue será perseguido e terá pouco tempo de vida. Angustiado pela perspectiva da morte, Tonho passa então a questionar a lógica da violência e da tradição.

                                                                                                                                                                                                        

 

Por Sandra Bezerra

Fonte: CBIC

Comentários desativados em Trabalhadores que frequentam as aulas de alfabetização no df terão sessão de cinema em canteiro de obras.
setembro 28

Faenge é uma das patrocinadoras da Noite Solidária.


28 de setembro de 2012 às 9:38
Categoria: Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

A construtora Faenge sempre se esforça para fazer o bem, contribuir  com o crescimento e desenvolvimento social dos menos favorecidos.

Foi com esse intuito que  desde   2011 a Faenge  se uniu ao  jornal Correio Braziliense para apoiar o programa Correio Braziliense Solidário.

Programa beneficia 18 instituições, com média anual de 2,5 mil crianças de 0 a 6 anos. E desde 2009, atende também um abrigo de idosos.

Diversos  eventos sociais ( Feijão Solidário, Arraial Solidário, Noite Solidária) são organizados todos os anos visando arrecadação de fundos para as entidades apadrinhadas pelo projeto.

A noite solidária será realizada no dia 27/10, no Unique Palace, às 21h. Desta vez  o evento será temático, com uma festa de Halloween!

 

Comentários desativados em Faenge é uma das patrocinadoras da Noite Solidária.
setembro 25

Jardins verticais são ideais para apartamentos compactos.


25 de setembro de 2012 às 15:50
Categoria: Lar , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Com um toque diferenciado na decoração do ambiente, estes jardins podem ser feitos sob medida, conforme a necessidade.

 

A arquiteta Karoline Stolf afirma em seu blog que existem diversas opções, como as paredes inteiras revestidas por vegetação, vasos dispostos verticalmente, fixados em paredes ou pendurados, treliças com trepadeiras, quadros vivos, prateleiras e até papéis de parede com imagens de jardins verticais.

Mas quais as vantagens de ter um jardim vertical em sua casa? Confira as dicas de Karoline Stolf.

– Excelente solução para pequenos espaços: nossos apartamentos cada vez mais compactos exigem estas multifuncionalidades;

– Proporcionam clima agradável: as plantas filtram as impurezas dos ambientes;

– Não há limite dimensional, podem ser feitos sob medida conforme a necessidade;

– Contribuem para a acústica do local, absorvendo ruídos;

– Bem adaptáveis a espaços externos ou internos;

– Embelezam e dão vida aos espaços;

– Funcionam como terapia ocupacional, proporcionam o contato das pessoas com a natureza e seus cuidados;

– Fácil manutenção;

– Conceito “do it yourself” – faça você mesmo – é possível fazer com baixos custos;

– Sustentabilidade, meio-ambiente e biodiversidade: atraem pássaros, borboletas, neutralização de CO2, reciclagem de materiais;

– Traz bons fluidos, energias positivas e feng shui.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fonte: redimob.com.br

Comentários desativados em Jardins verticais são ideais para apartamentos compactos.
setembro 20

Mulheres conquistam espaço de destaque no mercado imobiliário.


20 de setembro de 2012 às 9:54
Categoria: Gestão de Qualidade , Lar , Mercado , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

Dinâmicas, sensíveis, capazes de gerir várias atividades concomitantes.  Essas são algumas das características que estão dando às mulheres cada  vez mais espaço no mercado de trabalho, inclusive em atividades até há  pouco tempo dominadas pelos homens, como a corretagem imobiliária.  Pesquisa divulgada recentemente pelo Conselho Federal dos Corretores de  Imóveis (Cofeci) aponta que elas já representam 32,7% dos 280 mil  corretores no país.

A presença feminina no setor imobiliário  cresceu 144% na última década, segundo estimativa do Cofeci.

Fonte: O Diário.com

Comentários desativados em Mulheres conquistam espaço de destaque no mercado imobiliário.
agosto 06

Fazendo a diferença por um futuro melhor.


6 de agosto de 2012 às 9:11
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Comentários desativados em Fazendo a diferença por um futuro melhor.
julho 27

Filho reencontra pai pela internet.


27 de julho de 2012 às 15:26
Categoria: Lar , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

Por meio de uma busca na internet, Raimundo José, filho do operador de mini-grua, João Evangelista de Castro, 45 anos, reencontrou o pai no site do Seconci-DF. Os pais do adolescente de 15 anos se separaram quando ainda moravam no Maranhão. A mãe foi para o Rio de Janeiro e João para Brasília trabalhar na construção civil. O operário é aluno do curso de alfabetização da entidade e foi personagem de uma matéria para o jornal institucional, que é vinculado na página do Seconci. E foi ao digitar o nome de João que o jovem achou o pai, que não tinha contato há três anos.

João Evangelista foi casado com Francisca Raimunda Carvalho, com quem teve cinco filhos. Com a separação, Francisca mudou-se para o Rio de Janeiro para trabalhar e levou Raimundo.  Segundo a mãe do menino, ele sempre foi muito apegado ao pai e, numa pesquisa na internet, o menino o encontrou. “Foi por acaso, fazendo uma pesquisa. Mostrei para Raimundo e ele resolveu enviar um e-mail para a assessoria de comunicação do Seconci e pedir mais informações”, conta Francisca.

O operador de mini-grua trabalha num canteiro de obras em Águas Claras, a 20 quilômetros de Brasília, e está ansioso para ver o filho. João conta que os dois têm se falado por telefone, mas quer mesmo é poder reencontrá-lo. “Sempre quando conversamos, ele diz que está com saudades e eu também. Estou querendo muito ver o meu filho de novo e poder abraçá-lo”, fala João Evangelista.

O Seconci-DF está promovendo o encontro entre pai e filho. Raimundo vem do Rio de Janeiro nesta sexta-feira (27) para rever o pai. Eles vão ficar juntos durante quatro dias e poderão matar a saudade do tempo em que estiveram sem contato. O filho de João Evangelista chega ao meio dia e o operador irá recebê-lo no aeroporto.

Fonte:  Assessoria de Comunicação do Seconci-DF

Comentários desativados em Filho reencontra pai pela internet.
julho 20

Fotos da 25ª formatura das turmas de trabalhadores da construção civil.


20 de julho de 2012 às 9:47
Categoria: Gestão de Qualidade , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

A  FAENGE teve 34 dos 75 alunos formandos dos  75 funcionários das construtoras do DF  que receberam da Secretaria de Educação o diploma  de conclusão dos cursos.

O projeto Alfabetização e Cidadania com os Trabalhadores da Construção Civil é uma parceria entre o Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) e a Secretaria de Educação, que certifica os cursos de alfabetização e ensino fundamental. O evento contou com a participação do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz. “Vocês estão no caminho certo. Por isso, faço questão de estar aqui para compartilhar esta alegria. A meta do nosso governo até 2014 é erradicar o analfabetismo no DF.

Mas não fazemos isso sozinhos. É preciso contar com as parcerias que já estamos realizando”, disse o governador Agnelo Queiroz na noite da Formatura.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários desativados em Fotos da 25ª formatura das turmas de trabalhadores da construção civil.
julho 16

Por uma sociedade mais humanitária.


16 de julho de 2012 às 9:00
Categoria: Gestão de Qualidade , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

Responsabilidade socioambiental é o novo valor competitivo do mercado imobiliário. O conceito também traduz o papel dos empresários do setor na construção de uma sociedade mais justa e ecologicamente correta.

A Faenge é um exemplo de empresa da construção civil que fomenta o esporte: equipe de corrida Bora Bora é patrocinada pela construtora e disputa diversos torneios

Na competição estabelecida no mercado da construção civil, é preciso compreender o verdadeiro sentido do termo responsabilidade socioambiental. Na maioria das vezes, muitos resumem o conceito a doações a entidades ou comunidades carentes, bem como o apoio a alguma causa social e sustentável. O significado, contudo, é mais amplo do que muita gente pensa. Está firmado em princípio e valores éticos que envolvem toda a sociedade e não apenas uma comunidade isolada.

A adesão de práticas sociais e ambientais atinge também o campo de competitividade e sobrevivência das construtoras. “O nosso desafio é melhorar a qualidade de vida de seus clientes e colaboradores. Há também a preocupação com a comunidade que está à nossa volta”, conta Evandro Bueno de Oliveira, gerente comercial da construtora e incorporadora Faenge.

A responsabilidade social pode e deve ser praticada por todos, com simples ou grandes ações no dia a dia e, principalmente, mantendo uma conduta ética nas relações. “Nosso ponto de partida para qualquer tipo de prestação de serviço é a ética, a transparência no contato com clientes, fornecedores e na construção de parcerias. A utilização de programas licenciados para elaboração dos nossos projetos, a emissão de notas fiscais para todo serviço desenvolvido e a prática de princípios que respeitem o meio ambiente, norteiam a gestão do escritório evidenciando o respeito aos bons princípios sociais”, explica o arquiteto Paulo Cabral, da Latitude Engenharia, acompanhado pelo colega Alexandre Rocha.

Todos devem contribuir
A responsabilidade social em empresas de construção civil envolve desde as leis específicas de segurança do trabalho e saúde do trabalhador até normas internacionais de conduta empresarial responsável, englobando, portanto, um amplo espectro de atividades. “A TecPro Engenharia, visando manter-se entre o grupo de empresas que valorizam o capital humano e preocupam-se em se inserir na sociedade como um agente de mudança positiva, tem por política prioritária e inegociável cumprir rigorosamente todas as leis de segurança e saúde de seus funcionários. Além disso, nos mantemos atentos às normas brasileiras que regulamentam as condições de ambiente laboral”, argumenta Malú Guido, diretora executiva da TecPro Engenharia.

Bueno diz que o desafio da empresa é melhorar a qualidade de vida da sociedade

Bueno diz que o desafio da empresa é melhorar a qualidade de vida da sociedade.

A Faenge, por sua vez, promove trabalhos de alfabetização e capacitação dos trabalhadores da construção civil dentro do canteiro de obras. Além disso, disponibiliza salas de aula para os colaboradores que não puderam estudar: são três turmas de alfabetização que somam 52 trabalhadores matriculados. “A valorização dos profissionais é tratada como fundamental para que eles se sintam com a merecida importância que possuem”, destaca Evandro.

A construtora investe em projetos que resultem em melhorias sociais, como o incentivo à prática de esportes. A Faenge patrocina a equipe de corrida Bora Bora, e, recentemente, promoveu uma maratona pelo aniversário de Brasília. “Eventos de futevôlei e futebol de areia também têm nosso apoio”, conta Bueno.

Mais acessibilidade
Nada melhor do que poder desfrutar da liberdade e do conforto de casa. Ter condições de locomoção para qualquer lugar é um desejo e um direito de todos, principalmente aos que possuem necessidades especiais, como os cadeirantes. O lar é um ambiente no qual cada um estabelece suas precisões e impõe sua identidade.

Estatísticas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apontam que no Brasil há mais de 28 milhões de pessoas com deficiência e 9.300 cadeirantes, ou seja, uma parcela considerável da população. Mesmo assim, ainda é muito difícil encontrar lugares adaptados ou próprios para essas pessoas. “Desta forma, temos elaborado projetos que incluem, dependendo da necessidade específica e do interesse do cliente, além das rampas e portas com dimensões que permitem o trânsito de cadeirantes, por exemplo, plataformas e elevadores para as residências com mais de um pavimento, e banheiros detalhados para o atendimento de uma pessoa com deficiência permanente ou temporária”, especifica o arquiteto Alexandre Rocha.

Oferecer acessibilidade nas residências nada mais é que tornar possível o direito de ir e vir. Desta forma, o lar se torna um ambiente seguro, confortável e apto a um cadeirante. “Acessibilidade é uma preocupação que temos. Em nossos lançamentos temos sempre esse cuidado. O Square Home & Shop, no Noroeste, é um exemplo de empreendimento que respeita as normas de acesso, segurança e respeito”, destaca Evandro Bueno.

Malú Guido, da TecPro, explica que a atual normatização brasileira para acessibilidade a portadores de necessidades especiais é bastante completa. “Nas administrações regionais os projetos de arquitetura não são aprovados caso não contemplem esses aspectos ou não obedeçam às normas. As cartas de habite-se também não são liberadas nesses casos”, aponta.

Por    TATIANE ALVES
Redação Jornal da Comunidade

Comentários desativados em Por uma sociedade mais humanitária.
Página 4 de 512345

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos