novembro 05

Cultura e educação para o trabalhador da construção civil


5 de novembro de 2012 às 10:54
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

 Assessoria de Comunicação do Seconci-DF

 Projeto do Seconci-DF leva cinema para dentro dos canteiros de obra por meio das aulas de alfabetização oferecidas aos operários

 A arte imita a vida e por meio dela podemos expressar nossos sentimentos, cultura e melhorar nossas atitudes como pessoa. Unindo arte e educação, a Coordenação Pedagógica do Serviço Social do Distrito Federal (Seconci-DF) está levando cinema para dentro dos canteiros de obras no DF.

O projeto Cinema no Canteiro de Obras leva cultura para dentro do local de trabalho dos operários e incrementa o aprendizado oferecido pelas professoras. Além de ser um instrumento de arte, o filme busca aproximar a realidade dos trabalhadores com temas conhecidos e de interesse do aluno. “A exibição é uma maneira de acrescentar outras formas de aprendizagem. Os filmes estarão disponíveis a todas as turmas de acordo com o plano de ensino do professor”, explica a coordenadora pedagógica do Seconci-DF Jaqueline Lemes.

O primeiro filme exibido foi Abril Despedaçado, do diretor Walter Salles, 2000. A emoção dos trabalhadores era visível nos olhos durante a exibição. Muitos dos que ali estavam se viram na história do menino pobre que vivia no nordeste e não tinha condição nem ao menos de freqüentar uma sala de aula.

O pedreiro Domingos Dionísio de Assis conseguiu se ver na tela . Vindo da Bahia, ele se emocionou com o enredo da história. “Fiquei muito emocionado porque lembrou muito da minha vida e da minha infância lá no nordeste. Cortava cana e não tinha como estudar, assim como o menino”, disse Dionísio.

 De acordo com a professora Fabiana Antonia da Cunha o filme é um meio de mostrar ao aluno como montar uma história, criar um enredo e, além de tudo, contribuir para a produção de texto e o raciocínio dos alunos/trabalhadores. “Às vezes eles têm certa dificuldade em montar um texto e, depois de assistirem ao filme, vamos produzir textos para que eles relatem tudo que perceberam”, disse a professora.

 O projeto de Cinema no Canteiro de Obras deve percorrer todas as turmas de alfabetização do Seconci-DF e apresentar filmes que estejam de acordo com a didática apresentada pelas professoras.

 

Fonte: Seconci DF

Comentários desativados em Cultura e educação para o trabalhador da construção civil
novembro 05

Trabalhadores que frequentam as aulas de alfabetização no df terão sessão de cinema em canteiro de obras.


5 de novembro de 2012 às 7:51
Categoria: Institucional , Responsabilidade Social
Publicado por: admin

O Seconci-DF iniciou nesta quinta-feira (1º de novembro) ao projeto Cinema nos Canteiros de Obras.A primeira sessão de cinema ocorreu  às 12h30 para os trabalhadores do canteiro de obras da Santa Teodata, em Águas Claras, da empresa FAENGE  Engenharia.

A exibição será exclusiva aos operários que frequentam as aulas de Alfabetização e Primeiro Segmento do Ensino Fundamental. A ideia é que todas as turmas de alfabetização recebam o projeto.De acordo com a coordenadora pedagógica do Seconci-DF, Jaqueline Lemes, essa iniciativa sempre fez parte dos planos da Coordenação. “A exibição do filme é uma maneira de acrescentar outras formas de aprendizagem ao aluno.Os filmes estarão disponíveis a todas as turmas de acordo com o plano de ensino do professor”, explica.

O filme escolhido para a estreia do projeto será Abril Despedaçado, do diretor Walter Salles, 2002.A história se passa em 1910 e narra a vida de Tonho (Rodrigo Santoro) que vive na geografia desértica do sertão brasileiro.

Tonho tem uma grande dúvida, pois ao mesmo tempo em que é impelido por seu pai (José Dumont) para vingar a morte de seu irmão mais velho, assassinado por uma família rival, sabe que caso se vingue será perseguido e terá pouco tempo de vida. Angustiado pela perspectiva da morte, Tonho passa então a questionar a lógica da violência e da tradição.

                                                                                                                                                                                                        

 

Por Sandra Bezerra

Fonte: CBIC

Comentários desativados em Trabalhadores que frequentam as aulas de alfabetização no df terão sessão de cinema em canteiro de obras.
outubro 23

A grande promessa do SIA


23 de outubro de 2012 às 18:20
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Mercado
Publicado por: admin

OAS Empreendimentos e a construtora Faenge apresentam o mais novo centro comercial do SIA, o Visionaire. O prédio comercial é o primeiro centro de convergência urbana do país e vem para ser a grande aposta da região.

A OAS Empreendimentos, em parceria com a Faenge, apresentaram na quarta-feira (17) o mais novo empreendimento do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), o Visionare – Urban Convergence Center. O novo prédio comercial é o primeiro centro de convergência urbana do país e vem para ser a grande promessa da região que, de acordo com os empresários envolvidos no projeto, necessita de um condomínio nesse segmento. A ideia de lançar o centro comercial na região veio devido ao resultado de uma pesquisa encomendada pelas empresas responsáveis pelo Visionaire.

O levantamento, realizado pela Urban Systems, especializada em análise de dados demográficos em mapas digitais, comprovou que o SIA vem apresentando um novo perfil e que atualmente é composto mojoritariamente por lojas e escritórios comerciais. O estudo foi fundamental para as empresas conhecerem a fundo o perfil dos frequentadores do setor de indústria e também prepararem um empreendimento que atenda perfeitamente aos empresários que planejam investir na região. O número de estabelecimentos comerciais no bairro aumentou 80% entre 2006 e 2010. A pesquisa mostrou, ainda, que o SIA conta com 2.500 estabelecimentos comerciais, além de outras cinco mil empresas. Do total de companhias em funcionamento na região, apenas 23 são fábricas. As lojas representam 69%; escritórios, 15%; depósitos, 4%, e oficinas 2,8%. E outros estados também estão de olho neste crescimento. Há 268 filiais de empresa no setor, 17% de São Paulo; 12% de Goiás e 6% de Minas Gerais.

Fernando Garrido, gerente de incorporações da OAS, afirmou que empreendimentos comerciais existem em diversas regiões do Distrito Federal, mas que o objetivo do Visionaire é inovar: “Queríamos um local diferente e que necessitasse de um centro comercial assim”. Ao perceberem que o local comporta grandes empresas, se deram conta da necessidade de um empreendimento como o Visionaire. “No SIA existem grandes empresários com potencial que precisam montar seus escritórios em um prédio mais moderno”, observa.

Na ocasião, Fernando Garrido e Leonardo Ávila apresentaram aos convidados a maquete do Visionaire- Urban Convergence

Foto: Mary Leal

Na ocasião, Fernando Garrido e Leonardo Ávila apresentaram aos convidados a maquete do Visionaire Urban Convergence
Arrojado, moderno e tecnológico.
A proposta vai além de atender à demanda do empresariado local, que hoje não encontra salas comerciais para comprar ou alugar na região.

O conceito de Centro de Convergência Urbana vem por se tratar de um empreendimento que reúne todas as soluções para quem precisa trabalhar, resolver pendências e desfrutar de momentos de lazer. Será composto de 386 salas comerciais, 52 salas garden, 32 salas corporate, um open mall com 32 lojas, uma praça gourmet com 14 bares e restaurantes. Além disso, oferecerá um dos itens mais importantes e requisitados por quem busca investir no setror imobiliário, estacionamento. Este será rotativo e abrigará até 865 carros. Ou seja, não só os condôminos terão vagas garantidas, os frequentadores do SIA também serão beneficiados.

O condomínio também contará com tecnologia de ponta. Será entregue com toda a estrutura necessária para o funcionamento de internet, fechaduras biométricas, com automação no projetor, na iluminação e no ar-condicionado.

 

Grandes nomes
Além da assinatura da OAS Empreendimentos, que já fez história ao lançar empreendimentos como WTC, em São Paulo, e um novo setor habitacional em Porto Alegre, e da qualidade dos projetos da Faenge, conhecidos em Brasília, o Visionaire tem paisagismo, decoração e arquitetura de grife.
Durante a apresentação do emprendimento, Leonardo Ávila agradeceu o trabalho realizado pela equipe de arquitetura e visagismo. “Todos trabalharam para que esse empreendimento fosse diferenciado”. O projeto arquitetônico é assinado pelos renomados Ivan Smarcevscki e Júlio Crosara. Já o projeto paisagístico, que reúne espelhos d´água e muito verde, tem a marca de Benedito Abbud. A arquiteta paulistana Fernanda Marques trouxe a contemporaneidade ao assinar as áreas comuns.
Com fachada imponente em pele de vidro e granito, o Visionaire levará ao SIA modernidade e requinte.

 

 por NATALIA RABELO
Fonte: Redação Jornal da Comunidade

Comentários desativados em A grande promessa do SIA
outubro 22

Empresários apostam no SIA como vetor de crescimento.


22 de outubro de 2012 às 9:08
Categoria: Institucional , Mercado
Publicado por: admin

Criado antes mesmo da inauguração de Brasília, o Setor de Indústria e Abastecimento (SIA) surgiu, em 1963, como uma área  para o Armazenamento de materiais de construção das empresas que chegavam para erguer a nova capital. Instaladas de forma improvisada,  muitas cresceram e criaram raízes.

Dominada pelo segmento industrial, a região se desenvolveu e, em 2005, pelo Decreto nº 3618, foi constituída como a Região Administrativa XXIX, ganhando novos limites territoriais.

sia vista SIAVista aérea do Setor de Indústria e Abastecimento do Distrito Federal  (Foto: Agência Brasília)

A revitalização do bairro, a criação da Cidade do Automóvel e as melhorias nas vias de acesso também têm ajudado a mudar a maneira como o local é visto pelos brasilienses. Segundo a Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), o SIA é responsável por 56% da arrecadação de ICMS do DF e abriga mais de 100 mil trabalhadores e 5 mil indústrias. Com  o crescimento de Brasília, o Setor começa a ser visto pelo mercado  imobiliário como um promissor vetor de crescimento na área de empreendimentos comerciais.

Grandes empresas apostam no local como um centro de convergência, projetando salas comerciais, lajes corporativas, lojas e, ainda, opções de lazer e gastronomia em um só lugar.

Todos os dias, aproximadamente 300 mil pessoas circulam pelo SIA, e a preocupação em oferecer serviços de excelência também inclui a necessidade de estacionamentos amplos e bem equipados. Além disso,  com a promessa de novos investimentos no local, empresários do setor imobiliário preveem, para muito  breve, a prestação de serviços antes inexistentes na região, tais como academias e centros de lazer.

A localização também é uma das vantagens do SIA – próximo às regiões  do Guará e Parksul e no caminho de  Águas Claras e Taguatinga. Pelo Setor
de Indústria e Abastecimento, é possível também ter acesso às principais vias da cidade, como Epia e EPTG.

Assim, a expectativa é que o polo,  antes dominado apenas pelas indústrias, seja referência de potencial de valorização, com vários segmentos e empreendimentos corporativos inovadores e de qualidade.

Um alongamento de Brasília num ponto privilegiado do Distrito Federal.

Adalberto Valadão
Presidente da Associação de Empresas do
Mercado Imobiliário do DF – ADEMI-DF

Comentários desativados em Empresários apostam no SIA como vetor de crescimento.
outubro 18

Empreendimento comercial com conceito inovador desembarca na capital federal.


18 de outubro de 2012 às 17:50
Categoria: Institucional
Publicado por: admin

Em clima otimista, a OAS Empreendimentos e a Faenge receberam especialistas do setor em uma avant-première, ontem, 17, no Setor de Indústria e Abastecimento. Na ocasião, foi divulgada a mais nova aposta das empresas: o primeiro centro de convergência urbana do Brasil, o Visionaire.

O evento contou com a presença dos renomados arquitetos, como Ivan Smarcevscki e Julio Crosara, responsáveis pelo projeto arquitetônico do Visionaire; Benedito Abbud, que assina o paisagismo e a badalada arquiteta paulista Fernanda Marques, que, além das áreas comuns do empreendimento, criou um dos decorados do estande de vendas.

Uma exposição de fotos de Marcel Gautherot, fotógrafo franco-brasileiro que, em 1958, foi convidado por Oscar Niemeyer para registrar a construção de Brasília, deu um toque especial na decoração do local, que teve catering assinado por Celso Jabour.Na foto em destaque os arquitetos Fernanda Marques e Benedito Abbud.

Sobre o novo empreendimento

O Visionaire – Urban Convergence Center terá 386 salas comerciais, 52 salas garden, 32 salas corporate, um Open Mall com 32 lojas, uma Praça Gourmet com 14 bares e restaurantes e um dos itens mais importantes: estacionamento rotativo para 865 carros, com vagas garantidas para os condôminos e disponíveis também para os frequentadores do SIA em geral.

Com fachada imponente em pele de vidro e granito, o Visionaire levará ao SIA modernidade. A preocupação estética está também nas áreas internas do empreendimento, que tem lobby de acesso com piso de porcelanato e granito, lojas com pé direito duplo e mezanino metálico. Além disso, o condomínio promete tecnologia de ponta.

Será entregue com internet wifi, fechaduras biométricas na porta de entrada de cada sala corporate e com automação no projetor, na iluminação e no ar-condicionado das salas de reunião e do auditório. O lançamento oficial da novidade está previsto para o dia 25 de outubro.

Fotos: Divulgação

Fernanda Marques, Benedito Abbud, Fernando Garrido, Leonardo Avila, Ivan Smarcevscki e Julio Crosara

Fernanda Marques, Benedito Abbud, Fernando Garrido, Leonardo Avila, Ivan Smarcevscki e Julio Crosara

Leonardo Avila e Fernando Garrido

Leonardo Avila e Fernando Garrido

 

Benedito Abbud, Thaís Pina e André Alf

Benedito Abbud, Thaís Pina e André Alf

 

Tour virtual pelo empreendimento Visionaire

Tour virtual pelo empreendimento Visionaire

 

Detalhe da exposição de fotos da construção de Brasília feitas por Marcel Gautherot

Detalhe da exposição de fotos da construção de Brasília feitas por Marcel Gautherot

 

Escritório de advocacia assinado por Fernanda Marques, um dos decorados do Visionaire

Escritório de advocacia assinado por Fernanda Marques, um dos decorados do Visionaire

 

Detalhe escritório de uma consultoria esportiva assinado por Cybelle Barbosa

Detalhe escritório de uma consultoria esportiva assinado por Cybelle Barbosa

O buffet da avant-première foi assinado pelo Sweet Cake

O buffet da avant-première foi assinado pelo Sweet Cake

Maquete do empreendimento Visionaire

Maquete do empreendimento Visionaire

Fonte: Portal GPS Brasília

Comentários desativados em Empreendimento comercial com conceito inovador desembarca na capital federal.
agosto 06

Fazendo a diferença por um futuro melhor.


6 de agosto de 2012 às 9:11
Categoria: Gestão de Qualidade , Institucional , Responsabilidade Social , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Comentários desativados em Fazendo a diferença por um futuro melhor.
Página 4 de 41234

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos