setembro 08

Nunca é tarde para aprender.


8 de setembro de 2015 às 9:11
Categoria: Gestão de Qualidade
Publicado por: Thiago Carvalho

Cerimônia de formatura aconteceu no auditório do Sinduscon-DF.

Yasmin Almeida
Assessoria de Comunicação Social do Sinduscon-DF

28ª Formatura de Alfabetização certifica 61 trabalhadores da construção civil

Um pouco de português, um pouco de matemática, um pouco de esperança. É isso que significa o programa de alfabetização dos trabalhadores da construção civil do Distrito Federal. Mostrando o polegar, Francisco Soares, 45, emociona-se ao dizer que esse dedo não serve mais para assinar seu nome. “Eu agradeço o esforço de cada um que faz parte desse projeto e tenho orgulho em dizer que meu dedo, hoje, é usado apenas para segurar uma caneta ou cumprimentar um amigo e não para assinar, como fazia antigamente”, celebrou o orador da turma.

Foram 61 trabalhadores que, na última sexta, 28, compartilharam essa vitória ao participar da 28ª Formatura de Alfabetização e Primeiro Segmento do Ensino Fundamental do Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci-DF). “É muita alegria. Essa oportunidade mudou a minha vida, deu-me sabedoria. Agora eu consigo escrever o meu nome completo e isso não tem preço”, emocionou-se Divino Gomes, 53, trabalhador na empresa JC Gontijo.

O presidente do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-DF), Luiz Carlos Botelho, ressaltou que a função da empresa é desenvolver recursos humanos e que a formatura é a glorificação para que os trabalhadores possam ir além. “O nosso maior presente é essa autoestima, Nosso desejo, como empresários, é que os alunos prossigam na busca pelo conhecimento”, destacou. O diretor do Sinduscon-DF, Leonardo Ávila, conta que sua empresa, Faenge, já participa há alguns anos do projeto. “A nossa política social é que em cada canteiro de obras tenha uma sala de aula. A cada trabalho, formamos algumas turmas. Participar disso é muito gratificante”, ressaltou.

Assim como o Sinduscon-DF, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brasília (STICMB), também parceiro no programa de alfabetização, esteve representado no evento por seu presidente, Edgard Viana. “Um dos maiores orgulhos que eu tenho é poder participar dessa formatura e ver esses trabalhadores capacitados para a vida”, ressaltou.

A construção civil é, tradicionalmente, um dos segmentos com menos escolarizados. Por isso, o setor tem o dever de mudar essa realidade. É o que explica o presidente do Seconci-DF, Deyr Corrêa. “O programa de alfabetização oferece a oportunidade para os trabalhadores melhorarem sua qualidade de vida, por meio do ensino. Estamos dando dignidade com o acesso à cidadania”, reforçou. Representando o governador de Brasília, Rodrigo Rollemberg, compareceu ao evento o chefe de gabinete, Rômulo Neves, que conquistou aplausos com seu discurso: “a construção civil é o espírito de Brasília. Vocês são parte importante do crescimento que a cidade ainda vai ter. Não é todo mundo que sabe o que é esse esforço de trabalhar e estudar todos os dias, isso é uma grande vitória”.

No total, foram dez turmas de formandos. O diretor da JC Gontijo, Carlos Gorgulino, veio representando José Celso Gontijo, paraninfo da turma de alfabetização. Para ele, os alunos estão saindo do estado de limitação. “Vocês receberam uma chave que abre a porta fundamental para que a pessoa seja um cidadão pleno: a porta do conhecimento”, ressaltou. Há quase três anos no programa, um dos professores, Antônio Luiz dos Santos, explica que a maior parte dos alunos sempre teve muita vontade de estudar, mas, por precisarem trabalhar desde cedo, acabaram desistindo. “Foi com o projeto que eles puderam ter essa oportunidade única. É extremamente gratificante, pois todos querem aprender”, comemorou.

Compareceram à formatura, representando o governador de Brasília, o chefe de gabinete, Rômulo Neves; o deputado federal Izalci Lucas; o presidente do Sinduscon-DF, Luiz Carlos Botelho; o presidente do Seconci-DF, Deyr Corrêa; o presidente da Ademi-DF, Paulo Muniz; o presidente do STICMB, Edgard Viana; o presidente da Fibra, Jamal Bittar; o diretor da JC Gontijo Engenharia, Carlos Gorgulino; o secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Julio Perez; além de diretores dos sindicatos e entidades ligadas à construção civil do DF. Representando ainda o Sinduscon-DF, estiveram presentes os diretores Leonardo Ávila; Dionyzio Klavdianos; Jorge Salomão; Marcelo Guimarães; Mirelle Antunes; João Carlos Pimenta e Égades Oliveira.

Fonte : http://www.sinduscondf.org.br/portal/home

Os comentários são fechados.

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos