julho 24

Envolvidos em cada detalhe dos projetos, meninos ganham quartos novos e personalizados


24 de julho de 2014 às 14:17
Categoria: Lar
Publicado por: Thiago Carvalho

Enquanto o irmão mais novo desejava um local especial para pintar, o mais velho queria expor mapas de estações de esqui.

Fonte: PENSE IMÓVEIS

Foto: Ark2 Arquitetura

Ark2 ArquiteturaFrancisco, 11 anos, queria um quarto para receber amigos e primos

Francisco e Frederico ganhariam quartos novos com a reforma do apartamento onde moram, no Jardim Europa, em São Paulo. A pedido dos pais, os meninos de 11 e 13 anos foram consultados durante todo o desenvolvimento dos projetos, desde a escolha das cores e locais de estudo, até o desenho da marcenaria.

:: Pilotos de bicicross pedalam pelas paredes em quarto de menino fã de aventura

O projeto foi idealizado pelas arquitetas Anna Gabriela Teixeira e Luciana Bulus, do escritório Ark2 Arquitetura.Segundo as profissionais, os garotos desejavam cômodos menos infantis. Para o mais novo, ainda, o mais importante era poder ter um local para expor seus quadros, pinturas e receber seus amigos e primos. Beliches convencionais, no entanto, estavam fora de cogitação.

quarto-menino-camas

Tirando proveito do espaço do quarto e do pé direito alto do apartamento, as arquitetas puderam acomodar uma cama suspensa na parede maior e também uma bancada de estudos. “Embaixo da cama do Francisco, colocamos futons que podem ser facilmente retirados para formar novas camas no chão. Dessa forma, conseguimos acomodar até cinco meninos dormindo no mesmo quarto”, explica Luciana.

quarto-menino

O mobiliário foi desenhado em laca branca, enquanto edredons e almofadas foram selecionados em tons de azul. Os nichos acomodam bonecoscoleções de brinquedos e ursos de pelúcia, e o pufe redondo dá o conforto necessário para incansáveis horas de jogos de videogame.

quarto-menino

Como gosta de pintar, Francisco também ganhou um local para colocar seus quadros. Prateleiras e um painel foram instalados próximos à entrada do quarto para que ele possa expor suas obras de arte.

quarto-menino

quarto-menino

Já o irmão mais velho, Frederico, pediu um cômodo mais sério. “Para compor um quarto de um pré-adolescente,  utilizamos mais madeira e menos nichos para brinquedos”, pontua Anna Gabriela.  O branco predomina no ambiente, e pontuais toques de verde aplicados nas paredes trazem cor ao espaço.

“A mesa de estudos ficou orientada para a janela, e Frederico pediu que a gente incluísse os mapas das estações de esqui em que esteve e gostou”. Assim, imagens dos locais foram dispostas em cima do nicho sobre a cama. Além disso, o ambiente recebeu um espaço para livros na cabeceira.

quarto-menino

quarto-menino

quarto-menino

quarto-menino

quarto-menino

quarto-menino

Os comentários são fechados.

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos