janeiro 11

Conheça os setores que devem gerar mais empregos em 2013.


11 de janeiro de 2013 às 9:59
Categoria: Mercado
Publicado por: admin

Boas perspectivas se avizinham para 2013. Ao menos no que diz respeito à criação de vagas e ao aquecimento de alguns setores do mercado de trabalho. Construção Civil, indústria criativa, petróleo e gás e indústria naval são as quatro áreas que mais devem crescer, dizem especialistas, gerando o maior número de oportunidades. Mas há segmentos que podem surpreender, como os de shopping centers, farmacêutico, hotelaria e mercado financeiro. “O ano de 2012 não foi bom em termos econômicos, com muitas incertezas, o que trouxe reflexos para o mercado de trabalho. Não chegou a haver um quadro de demissões, mas de desaceleração das contratações. Em 2013, a tendência é de melhora desse cenário”, acredita o gerente de Estudos Econômicos do Sistema Firjan, Guilherme Mercês.

A Construção Civil, único setor que contratou mais em 2012 do que em 2011, segundo Mercês, seguirá como um dos mais fortalecidos este ano. No Brasil todo, mas especialmente no Rio. “Isso porque a construção civil permeia diversos outros segmentos, como o de petróleo e gás, a indústria de transformação e a de infraestrutura, por exemplo”, pontua o gerente da Firjan. Para o Estado do Rio, são mais de R$ 200 bilhões de investimentos previstos entre 2012 e 2014. O que gera oportunidades de emprego.

Nesse cenário, a procura por engenheiros de diversas especialidades permanece aquecida. “É uma profissão demandada horizontalmente por todos os setores”, acrescenta Mercês. Inclusive pelo segmento de óleo e gás, que representa 35% do faturamento da Asap, consultoria de recrutamento e seleção de executivos. “A curva de crescimento positiva não é apenas para grandes operadoras, mas para prestadoras de serviços de toda a cadeia também, o que aumenta possibilidades de vagas”, destaca Rafael Meneses, diretor regional da Asap.

De acordo com pesquisa da Firjan, quase 74% das empresas têm intenção de criar vagas no ramo de engenharia, enquanto novas oportunidades também são esperadas nos segmentos de produção (73%); gestão de qualidade (71,8%); projetos (71,3%); pesquisa e desenvolvimento (65%); segurança e saúde ocupacional (60%); meio ambiente (59%) e manutenção (58%).

Hotelaria e shopping centers se fortalecem

A hotelaria, uma área cujo crescimento vem sendo esperado desde o anúncio dos grandes eventos esportivos, deve começar a criar mais vagas a partir deste ano. “A hotelaria chegou de uma vez por todas. A movimentação de executivos, inclusive, já está sendo bem intensa. Mas faltam profissionais qualificados, o que acaba provocando uma evasão de executivos vindos de áreas como hospitais e shopping centers”, diz Meneses, que aposta também na expansão deste último setor. “Os shopping centers são um segmento menos óbvio, mas cujo crescimento está ligado ao aumento de poder de consumo da população. Em todo o país, ainda vão abrir muitas vagas”.

Fonte: Assessoria de Comunicação da CBIC

Os comentários são fechados.

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos