setembro 24

Primeiro prédio do Noroeste será inaugurado em 15 dias.


24 de setembro de 2012 às 9:48
Categoria: Mercado , Sustentabilidade
Publicado por: admin

Primeiro prédio do Noroeste será inaugurado em 15 dias. Outros nove serão entregues até o fim do ano. Obras de infraestrutura ainda estão em andamento, mas o bairro já mudou a cara da região norte do Plano Piloto.

Vista geral do Setor Noroeste, que tem hoje 40 prédios em construção: 25% da primeira etapa do bairro estarão prontos até dezembro e o restante das áreas ainda serão licitadas pela Terracap (Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Vista geral do Setor Noroeste, que tem hoje 40 prédios em construção: 25% da primeira etapa do bairro estarão prontos até dezembro e o restante das áreas ainda serão licitadas pela Terracap.

Em duas semanas será inaugurado o primeiro prédio do Setor Noroeste, o mais novo bairro do Distrito Federal. A expectativa da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap) é que os apartamentos comecem a ser ocupados no início de novembro. De acordo com a Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), 10 empreendimentos, de um total de 40 em construção, estarão prontos para a moradia até o fim o ano. Os apartamentos já possuem água encanada e iluminação, mas o que não falta no Noroeste são obras a serem concluídas.
Às vésperas de os compradores de imóveis começarem a ocupar o setor, a movimentação no local ainda é de retroescavadeiras, caminhões de terra e operários da construção civil. “Queremos terminar as obras básicas de infraestrutura antes do período de chuvas. Em dezembro, só o sistema de drenagem não estará concluído”, afirma Albatênio Granja, gerente de projetos do Noroeste da Terracap. Os novos apartamentos já possuem luz elétrica e água encanada, e a iluminação pública começou a ser instalada esta semana pela Companhia Energética de Brasília (CEB). A via de acesso ao novo bairro está pronta, mas faltam pistas de ligação entre os blocos.

“Tivemos que fazer a pavimentação da garagem externa. Se esperássemos a Terracap, não conseguiríamos terminar no prazo”, conta o engenheiro Antônio Chagas, responsável por um empreendimento com previsão de inauguração daqui a 15 dias. Atualmente, os operários travam uma batalha para manterem limpas as vidraças e azulejos do prédio que é bombardeado por nuvens de poeira levantadas pelos caminhões que cortam as vias sem pavimentação. “Já terminamos o acabamento, estamos apenas ajustando os detalhes”, explica o engenheiro do futuro Bloco E da Quadra 110 do Noroeste. Faltam ainda alguns serviços básicos, como poda do mato.

Apesar dos atrasos, o presidente da Ademi-DF, Adalberto Cleber Valadão, acredita que o andamento das obras de infra estrutura não vão atrapalhar a conclusão do bairro. “Demorou, mas está andando agora e acredito que a Terracap concluirá as obras no prazo estabelecido (dezembro deste ano)”, afirma Valadão. A Terracap estima que os gastos com a infraestrutura do Noroeste passarão dos R$ 400 milhões. “O primeiro orçamento era de R$ 150 milhões, mas de lá para cá muita coisa mudou e os gastos aumentaram”, afirma Albatênio.

Ainda serão realizadas obras para manter o Noroeste após a inauguração.“ Estamos construindo um bairro novo, quase uma cidade, não é só um prédio”, explicão gerente de projetos. A estação da CEB do Sudoeste será reforça da para atender o novo bairro. Além disso, dois reservatórios de água estão sendo construídos pela Caesb e a estação elevatória de esgoto da 416 Norte está sendo ampliada para comportar o aumento do volume de resíduos. Só a Caesb prevê o gasto de R$ 20,8 milhões no novo setor habitacional. Quando estiver totalmente concluído, o Noroeste terá 220 prédios residenciais, com seis andares, e 150 comerciais com três pavimentos.

Por Gabriella Furquim

Fonte: Correio Braziliense

Os comentários são fechados.

Facebook

Twitter

FAENGETV

Todos os Videos